Nossa Gratidão pelo Testemunho de Vida.

Monsenhor Oscar, nasceu em Iporanga, SP, no dia 18 de outubro de 1916, filho de Maria Aparecida e Oscar Laureano dos Santos. Estudou Filosofia e Teologia no Seminário Central da Imaculada Conceição, em São Paulo e foi ordenado sacerdote em 8 de dezembro de 1945, em Santos, pelas mãos de Dom Idílio José Soares.
Trabalhou em várias missões apostólicas, em Santos, São Vicente e Guarujá. Em 19 de abril de 1952, tornou-se pároco de Santo Antônio de Apiaí, onde desempenhou seu serviço pastoral. Como pároco foi o responsável pela construção da atual Igreja Matriz de Santo Antônio e Casa Paroquial, concluídos em 1962, edifícios de grande relevância para a comunidade católica e símbolos da cidade de Apiaí.
Em junho de 1962, conquistou o título de monsenhor, num justo reconhecimento pelo seu brilhante trabalho à frente da paróquia, com amor e dedicação. Pároco fervoroso, sob sua liderança e iniciativa tornou realidade vários projetos como o Serviço de Obras Sociais – SOS e o Lar Fraterno São Vicente de Paulo – Asilo, instituições de filantropia que prestam serviços de relevância à comunidade.
As comemorações do centenário de Monsenhor Oscar, comemorada em 2016, também foi um marco na cidade de Apiaí, a missa contou com grande público, várias gerações marcadas pelos seus ensinamentos catequéticos, muitos haviam mudado para outras cidades, mas que fizeram questão de retornar a Apiaí para participar da missa em ação de graças aos seus 100 anos, que foi presidida por Dom José Moreira de Melo, Dom Arnaldo Carvalheiro Neto e Dom Fernando Legal.
Monsenhor Oscar dedicou sua vida à Paróquia de Santo Antônio de Apiaí e escreveu diversos livros, por meio de poemas e histórias, as belezas do nosso mundo e parte de sua trajetória como padre. Viveu uma vida plena e o amor pela sua vocação, a Deus, a igreja e aos irmãos, o conduziu a uma entrega sem restrições. No dia 6 de junho de 2020, com 103 anos, Monsenhor Oscar se despediu de nós, deixando saudades a tantas gerações que foram marcados pela sua fé, servindo de inspiração a seguir o seu belo exemplo de amor.
Priscila Medeiros Soares