Festa de Sant’Ana 2021

Iniciamos no dia 17 de julho a novena em preparação para a Festa da Padroeira de nossa diocese, Senhora Sant’Ana, no dia 26 de julho.
Devido a pandemia de Covid 19, os protocolos sanitários de saúde estão sendo devidamente realizados, sendo apenas 60% da capacidade de fieis dentro de nossa Catedral com distanciamento, em torno de 100 pessoas. As santas missas estão sendo transmitidas pelas páginas no Facebook e YouTube da PASCOM Catedral.
Neste ano, estamos vivendo as celebrações dos 250 anos de existência da paróquia Catedral de Sant’Ana e juntamente com as 21 comunidades que a compõe conhecemos as histórias de cada uma delas e tivemos a oportunidade de receber os celebrantes que representam o trabalho diocesano nas Foranias.

A padroeira Sant’Ana
Santa Ana ou Sant’Ana é a mãe de Nossa Senhora e avó de Jesus. Sobre ela, porém, há poucos dados biográficos. As referências que chegaram até nós sobre os pais de Maria foram deixadas pelo Proto-Evangelho de Tiago, um livro escrito provavelmente no primeiro Século e que não faz parte dos Evangelhos Canônicos, ou seja, aqueles reconhecidos pela Igreja como oficiais. Porém, o Evangelho de Tiago é uma obra importante da antiguidade e citada em diversos escritos dos padres da Igreja Oriental, como Epifânio e Gregório de Nissa. O nome “Ana” vem do hebraico “Hanna” e significa “graça”. Santa Ana era de família descendente do sacerdote Aarão. Ela era esposa de um santo: São Joaquim que, por sua vez, era descendente da família real de Davi. Nesse casamento estava composta a nobreza da qual Maria seria descendente e, posteriormente, Jesus.
A devoção a Santa Ana e São Joaquim é muito antiga no Oriente. Eles foram cultuados desde o começo do cristianismo. No século VI a devoção a eles já era enraizada entre os fiéis do Oriente. No Ocidente, o culto a Santana remonta ao século VIII. Em 710, as relíquias da avó de Jesus foram levadas de Israel para Constantinopla e, de lá, foram distribuídas para várias igrejas. A maior dessas relíquias ficou na igreja de Sant’Ana, em Durem, Alemanha.
No ano de 1584, o Papa Gregório XIII fixou a data da festa de Sant’Ana em 26 de Julho. Na década de 1960 o Papa Paulo VI juntou a esta data a comemoração de São Joaquim. Por isso, no dia 26 de julho comemora-se também o “Dia dos Avós”.
Este ano o Papa Francisco instituiu o Dia Mundial do Idoso, que será comemorado no final de semana de Sant’Ana e São Joaquim. Em razão disto, no dia 24 de julho, sábado, às 14h, haverá uma missa para celebrar o Dia Mundial do Idoso. Desta forma, convidamos os idosos para participarem desta missa conosco, o pároco da catedral padre Vilson dará o sacramento da Unção dos Enfermos pra quem tiver mais de 70 anos.

Parte Recreativa
Quanto a parte recreativa da Festa de Senhora Sant’Ana esse ano está diferente, de forma reduzida, pois em respeito às famílias enlutadas não teremos aquele formato do ano passado, em drive thru. Mas, para não passar em branco, está sendo feita a venda de tropeiro e encapotado aos finais de semana, somente no formato de entrega, ou seja, pelo aplicativo do Delivery Much, que pode ser baixado no celular e por lá fazer o seu pedido que será entregue na sua casa. Toda renda será revertida ao RECRIA – Recanto da Criança e do Adolescente de nossa paróquia. As vendas vão até o dia 26.
Viva a padroeira de nossa diocese Senhora Sant’Ana!!!