Diocese de Itapeva, 50 anos.

Toda a diocese está em festa, estamos celebrando os 50 anos de sua criação. Iniciada em 2017 durante a Festa de Sant’Ana, nossa padroeira, as comemorações iniciam  2018 com uma grande Celebração Jubilar. No próximo dia 4 de março a Diocese de Itapeva estará recebendo o Núncio Apostólico Dom Giovanni d’Aniello para a celebração das Bodas de Ouro na Catedral de Sant’Ana.

Será o momento máximo para toda a Igreja Particular de Itapeva, que vai acolher todos os bispos da Província Eclesiástica de Sorocaba juntamente com Dom Arnaldo Carvalheiro Neto, bispo Diocesano, Dom José Moreira de Melo, bispo Emérito e todo o povo de Deus desta grande diocese.

A Diocese de Itapeva foi criada em 02/03/1968 pela Bula Pontifícia QUANTUM SPEI do Papa Paulo VI. Ao todo o território da diocese conta com 22 municípios numa área total de 18.615 quilômetros quadrados e com uma população de cerca de 410 mil habitantes.

A história da diocese de Itapeva teve início com a designação do então Monsenhor Benjamim de Sousa Gomes para as funções de Vigário Episcopal, mediante provisão assinada em 22/04/1967 por Dom José Melhado Campos, administrador Apostólico da Diocese de Sorocaba que sentia a necessidade de desmembrá-la para maior eficácia do atendimento pastoral que se tornava difícil dentro das dimensões da Diocese de Sorocaba, na ocasião a maior do estado, com cerca de 30 mil quilômetros quadrados e a população de 800 mil pessoas aproximadamente.

É necessário lembrar que a mais de 40 anos, ou seja, á época da instalação da Diocese de Sorocaba, conforme testemunho de Dom Aguirre, o religioso dominicano frei Cláudio Argote OSA, então pároco de Itapeva, já previa a criação do bispado nesta cidade por se apresentar como centro geográfico natural da região sul do estado.

Na figura de Dom Silvio Maria Dário primeiro bispo diocesano, fazemos memória a todos os bispos que por aqui passaram contribuindo para o crescimento da fé e também desta Igreja particular.