Catequese e sua missão

Definição: A Palavra catequese significa instruir oralmente, proclamar, anunciar, fazer ressoar. Disso dá para se entender por que a Catequese é “uma experiência tão antiga como a Igreja”, no dizer de São João Paulo II na Catequese Tradendae.
Missão: Transmitir a pessoa e mensagem de Jesus e fazer com que homens e mulheres tenham um encontro pessoal com Ele. Essa missão deve ser feita a partir da Palavra, celebração dos sacramentos e ensinamento doutrinal, inserindo o catequizando no mistério de Deus que se revela em Cristo e na sua Igreja. Disso deriva o duplo objetivo da catequese: a formação dos discípulos e o exercício do apostolado. Todos somos discípulos e missionários, assim a catequese busca fomentar essa característica presente em todos os batizados.
O catequista é antes de tudo um discípulo de Cristo, alguém que teve o seu contato com ele e agora sente impulsionado a fazer o anúncio para que mais pessoas conheçam também o amor de Deus revelado na Encarnação, Morte, Ressurreição e Ascenção de Nosso Senhor Jesus Cristo. Para isso vale a pena salientar o ensinamento do Magistério que serve de inspiração para compreensão da missão da catequese: “conhecer Cristo pela fé é nossa alegria; segui-lo, é uma graça e transmitir este tesouro aos demais é uma tarefa que o Senhor nos confiou ao nos chamar e escolher” (DA 18).
Sujeitos: Na Igreja todos são sujeitos da Catequese, pois os membros da comunidade eclesial, depois de viver a pessoa de Cristo, segundo o que vimos acima, tem a missão de anunciar o vivido pela experiência pessoal com o Redentor.
São João Paulo II na Carta Encíclica Catequese Tradendae exortava que a catequese diz respeito a todos nós e assim elencava que os bispos são os primeiros responsáveis pela catequese (cf. CT 63).
Em virtude da participação no ministério episcopal dos bispos os presbíteros e os diáconos compartilham também dessa missão de serem, segundo o saudoso Sumo Pontífice, os educadores da fé e os cooperadores natos da catequese (cf. CT 64).
Não podendo ficar fora dessa missão, dada a razão de sua consagração à Cristo e sua Igreja para o serviço do povo de Deus, os Religiosos e Religiosas são elencados como responsáveis pela catequese (cf. CT 65).
Finalmente o incontável número de fieis leigos, homens e, na maior parte, mulheres dedicados profundamente a essa missão, na qual, mesmo com todos os afazeres diários, reservam um tempo para exercer sua vocação de anúncio da pessoa de Cristo (cf. CT 66).
Local da Catequese: Onde há pessoas deve haver catequese, portanto, ela deve acontecer nas paróquias, famílias, escolas, associações, movimentos ou agrupamentos de fiéis (cf. CT 67). Portanto, a catequese possui um vasto universo onde deve ser vivida e transmitida.
Dentro da perspectiva da missionariedade “a Igreja é chamada a confirmar, renovar e revitalizar a novidade do Evangelho. Isto não depende de grandes programas e estruturas, mas de homens e mulheres novos que encarnem esta novidade, como discípulos e missionários de Jesus Cristo” (DA 11). Fica então o convite para todos e você de um modo bem particular: venha fazer parte dessa grande família missionária da Igreja Particular de Itapeva, venha ser catequista e exerçamos, por meio dessa pastoral, nossa vocação batismal de anunciadores de Cristo.
Pe. Márcio Dias – Vigário Geral Diocesano.