Amar como Jesus amou.

No mês do sagrado coração de Jesus que o nosso desejo seja ter um coração semelhante ao Dele, “amai-vos uns aos outros como eu Vos amei”, o amor de Jesus ultrapassa barreiras, não faz distinções, assim Del Sagrado é o coração de Jesus, Sagrada é a nossa vida, já dizia São Paulo ” não sabeis que sois o templo do Espírito Santo, e que o Espírito de Deus habita em vós?”, somos unidos pelo mesmo Espírito, e pelo Sangue derramado na cruz.
Estamos repletos de informações, ainda que falte ações, discursos impecáveis, mas que na teoria deixamos que a indiferença seja a maior doença. Estamos em meio a uma pandemia, onde respiradores faltam, mas que temos matado gerações, entre agressões e asfixiando com requintes de crueldades, envolvidos em nossa casa, a casa do nosso egoísmo.
Sem perceber vamos acostumando, e aquilo que acontece todos os dias no mundo, se torna normal, banalizamos a desigualdade, independente da idade, o discurso de ódio, e subimos em um pódio que banaliza a vida. E o tempo.
Enquanto desfrutamos das nossas conquistas, todos os dias vemos vidas serem perdidas, que nunca mais poderão desfrutar das conquistas das pessoas que amam. Vivemos sem tempo, e deixamos passar despercebido a beleza do Criador em cada criatura, que é pintura da imagem e semelhança de Deus, e que é Sagrado pois ali vive o Espírito de Deus.
No dia que sairmos das nossas casas do egoísmo, começarmos a ter um coração semelhante ao Dele, e repararmos mais na vida, vamos perceber que cada criatura que Deus criou é essencial pra tornar a vida mais bela, assim, como grandes Santos da igreja, que foram negros e fizeram a diferença: Beata Nhá Chica, Santo Antônio de Categeró, Santa Bakhita e São Benedito, e mais do que esses exemplos, Nossa Senhora Aparecida que foi lembrada pelo escravo Zacarias, “Ela tem a minha cor… Certamente, vai me ajudar!”, e que libertou de todas as correntes, hoje, ela quer nos ensinar que todos somos iguais, e quer te ajudar a ser liberto desse sentimento de rejeição, porque você é único, e um futuro santo da igreja! E você, que está envolvido em uma casa do egoísmo, quer ensinar que todos fomos criados da mesma matéria corruptível, e do Espírito. Portanto, não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos são um em Cristo Jesus.
Autor: Lilian Eduarda Oliveira dos Santos